NOTÍCIAS

20-MAR-2024

Prefeitura de Abaetetuba realiza o I Fórum Municipal de Cultura do município

Na oportunidade, foram eleitos representantes da sociedade civil para o novo Conselho Municipal de Políticas Culturais de Abaetetuba.

#Cultura POR NATALIA 20 DE MARÇO DE 2024

Na última sexta-feira (15), o Governo Municipal, por meio da Fundação Cultural Abaetetubense, promoveu o primeiro Fórum Municipal de Cultura de Abaetetuba. O objetivo foi debater democraticamente propostas de políticas públicas visando o fortalecimento dos diversos segmentos culturais atuantes no município, a realização da eleição do Conselho Municipal de Políticas Culturais, e ainda, apresentar o Sistema Municipal de Cultura e esclarecer o funcionamento da política nacional de fomento à cultura Aldir Blanc- PNAB.

O evento contou com a participação de trinta fazedores de cultura de diversos segmentos, técnicos do Ministério da Cultura - MinC e da Federação dos Municípios do Pará - FAMEP, além de representantes da gestão municipal.

Em apresentação, a representante da Federação dos Municípios do Pará - FAMEP, Solange Valadares, destacou a importância do Sistema Municipal de Cultura para o fomento e desenvolvimento das políticas culturais nos municípios, especialmente no que tange à organização e financiamento.

Na oportunidade, técnicos da Fundação Cultural Abaetetubense fizeram uma explanação sobre a Política Nacional Aldir Blanc - PNAB, que destinará recursos para ações de políticas públicas culturais no município de Abaetetuba, e sobre a importância dos trabalhos do Conselho Municipal de Políticas Culturais no processo de construção, fiscalização e acompanhamento das propostas de políticas culturais para o município.

Segundo informações publicadas no site "Agência Brasil", o Governo Federal investirá cerca de R$15 bilhões no setor cultural até 2027, o equivalente a R$3 bilhões por ano a partir da Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura. Os recursos provenientes do Fundo Nacional de Cultura serão destinados de forma descentralizada, ou seja, com repasses da União a projetos nos estados, municípios e no Distrito Federal.

"O Fórum é um meio de comunicação que visa fazer a gente dialogar e atualizar o Conselho de Cultura para que os fazedores de cultura estejam juntos com a gestão na construção de novas metas no contexto da cultura e além de ouví-los, analisar propostas e decidirmos sobre o uso do recurso financeiro advindo da Lei Aldir Blanc", salientou o diretor da Fundação Cultural, Murilson Monteiro.

A coordenadora do Ministério da Cultura no Pará, Telma Saraiva enfatiza a importância de se discutir o incentivo à cultura em Abaetetuba. " A realização deste primeiro fórum significa um grande salto no fomento da cultura no município de Abaetetuba que é um dos locais que já tem lei de cultura municipal", afirmou.

Para o produtor musical Ray Borges, o mais importante é a democratização e a parceria dos governos federal, estadual e municipal com a sociedade civil para promover a valorização cultural em cada região do Brasil. "Este fórum está sendo necessário para que possamos continuar girando esse mercado da cultura que é de extrema importância no ponto de vista cultural e financeiro para nossa região e para a Amazônia em geral", pontuou.

Ainda na sexta-feira, os fazedores de cultura, divididos em cinco grupos, participaram de dinâmica de debate seguido da apresentação de propostas para o uso dos recursos referentes à Política Nacional Aldir Blanc - PNAB. Os integrantes dos grupos foram divididos de acordo com os segmentos aos quais pertencem, entre eles, Diversidade Cultural I (dança, música, teatro), Diversidade Cultural II (fotografia, cinema, audiovisual, literatura, comunicação alternativa), Culturas Populares I (quadrilha, grupo folclórico, cordões juninos, Tiradores de Reis, blocos de carnaval), Culturas Populares II (comunidades tradicionais, povos de terreiros, grupos culturais religiosos) e Economia Criativa (produtores artesanais, dirigentes da indústria, barraqueiros).

Entre as proposições resultantes das discussões realizadas no fórum, foram elencadas: a criação da Secretaria Municipal de Cultura; construção de um banco de dados da cultura local; garantia de apoio financeiro regular para expressões da cultura popular, como quadrilhas, cordões juninos, Tiradores de Reis, entre outros; garantir a participação dos artistas e produtores das comunidades tradicionais nas programações da gestão municipal,; e realização de editais com premiação e apoio a projetos dos produtores artesanais do município.

CONSELHO DE POLÍTICAS CULTURAIS

De acordo com as alterações apresentadas na Lei Municipal de Cultura Nº 678/2023, o conselho que antes era composto por 16 integrantes - sendo 10 da sociedade civil e 6 da gestão municipal - agora terá 10 representantes ao todo, 5 titulares da sociedade civil, e 5 representantes das secretarias do governo municipal.

No processo de escolha dos representantes da sociedade civil para o novo Conselho Municipal de Políticas Culturais, foram eleitos 5 titulares e seus respectivos suplentes, divididos por segmentos culturais. Os novos conselheiros titulares de cultura de Abaetetuba são: Marco Antônio Lacerda ( Cabinho), Paula Bitencourt, Edson Soares, Pedrinho Rodrigues e Maria Paixão. Como suplentes, foram eleitos: Djonatas Sousa, Regina Vilhena, Augusto Neves, Everaldo Carvalho e Anne Siqueira.

O intuito do Conselho Municipal de Políticas Culturais é organizar, fiscalizar e fortalecer as ações de políticas públicas destinadas à cultura do município de Abaetetuba. A escolha dos representantes governamentais vai se dar por meio de indicação de cada secretaria municipal e do gabinete da prefeita.

A formação do novo conselho será oficializada por meio de decreto assinado pela Prefeita Francineti Carvalho. A próxima etapa para sua efetivação é a cerimônia de posse, a ser realizada em data ainda não definida.

Texto: Ramon Pinheiro - Ascom/PMA

Revisão: Susan Santiago - Ascom/PMA

 

Deixe seu comentário

NOTÍCIAS MAIS RECENTES
#MeioAmbiente Há 4 dia(s)

“Agenda 2030”: Prefeitura Municipal lança o I Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa de Abaetetuba

O documento será usado como base de dados na elaboração de Políticas Públicas para diminuir os impactos das emissões dos gases de efeito estufa no município.

#ConferênciadeMeioAmbiente Há 5 dia(s)

“Cidade Sustentável”: Abaetetuba sedia sua I Conferência de Educação Ambiental do município

Foram dois dias de diálogo entre diversos setores estratégicos e sociedade civil em torno da Educação Ambiental da população no âmbito municipal

#MeioAmbiente Há 11 dia(s)

Projeto “Despertar Ambiental” promove ações de conscientização em escolas municipais de Abaetetuba

Mais de 500 crianças devem participar da primeira etapa de atividades de educação ambiental no município.

#Cidadania Há 14 dia(s)

“Pelos Rios do Pará”: Projeto promove ações de saúde e cidadania no município de Abaetetuba

O ato integra o Programa MP+ Cidadania do Ministério Público do Pará em parceria com a Marinha do Brasil e Prefeitura de Abaetetuba

#Educação Há 17 dia(s)

Prefeitura de Abaetetuba entrega mais uma escola totalmente revitalizada na zona rural do município

Cerca de 130 alunos foram beneficiados com a reforma do espaço educacional

#MeioAmbiente Há 17 dia(s)

I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE ABAETETUBA

Reflexão e Construção da Política Municipal de Educação Ambiental no Território de Abaetetuba: Desafios e Perspectivas

#Saúde Há 18 dia(s)

Moradores do Bairro São Sebastião celebram a reinauguração da UBS Gabriel Paes em Abaetetuba.

Foram três meses de reforma para garantir maior qualidade e conforto às oito mil pessoas atendidas na unidade de saúde

#TEA Há 19 dia(s)

Prefeitura promove roda de conversa para discutir a inclusão de pessoas com TEA nas redes educacionais do município

Ao todo, oito instituições especializadas em atender pessoas com Transtorno de Espectro Autista participaram do encontro.

Qual o seu nível de satisfação com essa informação?


Muito insatisfeito

Insatisfeito

Neutro

Satisfeito

Muito satisfeito